A cirurgia plástica pós-emagrecimento é o procedimento indicado para pessoas que passaram por significativa perda de peso. Independentemente da forma como perderam esse peso – dietas, exercícios físicos ou cirurgia bariátrica, onde o paciente passa a se alimentar com reduzidas porções de comida – a perda de grandes volumes de gordura resulta em flacidez do tecido cutâneo. Diante desse problema, as pessoas ficam com dúvidas sobre a melhor cirurgia a ser realizada depois de estabilizado o peso.

Considerando-se que as pessoas que passam por esse processo de emagrecimento não encontram nos exercícios físicos a alternativa ideal para eliminar a flacidez, a cirurgia plástica reparadora é a solução adequada para reestruturar o contorno corporal dessa pessoa.

A cirurgia plástica pós-emagrecimento é diferente das demais cirurgias plásticas em sua estrutura, isso porque, na grande maioria das vezes une dois ou mais procedimentos, como abdominoplastia, mastopexia, lipoaspiração, lifting dos braços, lifting das coxas, entre outros.

A primeira região do corpo que merece atenção nesses casos de significativo emagrecimento, é o abdômen. Por acumular grandes volumes de gordura que acabam por esticar a pele, após perder muita gordura essa pele fica sobrando, necessitando o paciente se submeter a uma abdominoplastia.

Algumas pessoas fazem confusão entre a abdominoplastia e a lipoaspiração. Entretanto, são cirurgias totalmente diferentes, com finalidades também diferentes, mas que podem ser combinadas.

Pacientes que estão com peso ideal ou próximo dele e possuem gordura localizada em determinadas áreas do corpo, como barriga, flancos, braços, entre outras, a lipoaspiração é o procedimento a ser realizado.

Já a abdominoplastia, denominada ainda dermolipectomia de abdome, é o procedimento ideal nos casos onde há grande acúmulo de pele e de flacidez no abdômen, pois retira essa pele flácida e corrige a flacidez da musculatura da parede abdominal.

A combinação de lipoaspiração com abdominoplastia, denominada lipoabdominoplastia é a cirurgia plástica indicada nos casos onde o paciente apresenta além da flacidez da pele, excesso de gordura no abdômen.

Contudo, os procedimentos a serem realizados na cirurgia plástica pós-emagrecimento serão definidos por você em conjunto com seu cirurgião plástico durante a consulta médica. Existindo flacidez em outras partes do corpo poderá ser necessária a realização de outras cirurgias plásticas, como por exemplo:

O Lifting de Braços para eliminar o excesso de pele e a flacidez dos braços;

O Lifting de Coxas, que retira o excesso de pele e elimina a flacidez das coxas;

A Mastopexia ou Lifting das Mamas, que elimina a flacidez e o excesso de pele das mamas.

Resultados da Cirurgia Plástica Pós-Emagrecimento

A cirurgia plástica pós-obesidade acaba por melhorar o formato do corpo e também o tônus do tecido subjacente, que sustenta gordura e pele, e remove o excesso de gordura e flacidez da pele. Assim o paciente fica com uma aparência mais natural de seu corpo, suavizando seus contornos. Essa cirurgia é, basicamente, a fase final do processo de perda de peso, que pode levar de 1 a 2 anos.

Quer agendar sua consulta com o Dr. Rubem Lang?

Acesse a página de agendamento online ou ligue para (51) 3378.9958. Será um prazer receber você.